18 de janeiro de 2011

Programa de Leitura - 6° passo - O alfabeto e mais algumas orientações

(Traduzidoe adaptado de "LOS MÉTODOS PARA EL DESARROLLO DE LA INTELIGENCIA DE
LOS INSTITUTOS PARA EL DESARROLLO DEL POTENCIAL HUMANO DEL
DR. GLENN DOMAN APLICADOS A LA ESCUELA")

6º. PASSO - O ALFABETO

Quando puderem ler algumas palavras novas por si sós, ensine-lhes o alfabeto como se fossem bits de inteligência.

N. T.: Procure formas criativas de apresentar o alfabeto. Se você fizer uma pequena busca pela palavra "Alfabeto" no site do Web Picasa vai encontrar centenas de fontes diferentes, bonitas e divertidas para apresentar às crianças. Algumas idéias preferidas para mim são o móbile com CDs (você cola a figura das letras em CDs inutilizados e forma um móbile - a criança ajuda a construir), a centopéia, que pode ser colada ao longo das paredes da sala de aula, e um border tátil de parede, com caixinhas contendo objetos cuja inical corresponde a uma letra do alfabeto, e que podem ser manipulados livremente pelas crianças, podendo também ser mudados por outros objetos que elas mesmas tragam (vi a foto no google mas não achei mais para postar aqui). Há tanto que pode ser feito! Joguinhos, trabalhos com arte... e livrinhos, claro!

BAIXE AQUI cinco livrinhos com a temática ALFABETO (17 MB).

BAIXE AQUI uma apresentação de Power Point que fiz com letras de alfabeto animadas por gifs (1,3 MB)

senha: estimulandomeusfilhos

O uso dos cartões/sentenciador/power point

Ao invés de usar os cartões de cartolina você pode utilizar o Power Point da mesma forma que para os Bits de Inteligência. O material é muito mais fácil de preparar pois economiza muito tempo e atrai mais as crianças.

Para facilitar a manipulação dos cartões a partir do segundo passo - pares de palavras -, recomenda-se o uso de um setenciador. As crianças logo aprenderão a usá-lo também nos jogos de formar frases e pares de palavras.

Veja o que é um sentenciador, é fácil de fazer:

(fonte: Site da Gilda Rizzo - http://www.gildarizzo.pro.br/alfanat.html)


Flexibilidade do método

Tudo que foi dito até aqui são só detalhes de um programa de leitura intensivo. Você deverá adaptá-lo a suas circunstâncias e possibilidades respeitando sempre os princípios de ensino do método quanto a clareza, concretude, intensidade (tamanho), duração (menos de um segundo), frequência (não mais de 15), etc.

Conselho de Doman

Se você e as crianças não estão se divertindo, pare tudo. Algo está errado. Leia a bibliografia sobre o método de leitura Doman [Veja sugestões ao lado - N.T.] e volte a tentar outra vez.

Colaboração dos pais

Que leiam uma história diária para as crianças, de pelo menos duas ou três páginas se houver muito texto em cada página. Devem cobrir as imagens e ir ensinando com o dedo cada palara que leem, chamando a atenção da crianças para que a olhem. Devem ler sem soletrar, em um ritmo normal de leitura, e parar nas palavras do vocabulário básico esperando um pouco para ver se a criança a reconhece e diz. Se ela disser, devem expressar admiração e carinho pela criança, com expressões festivas. Se não disser, devem dizê-la imediatamente e continuar a leitura. E o mesmo quando uma palavra se repetir muito ao longo da história.

Se os pais não colaboram o professor pode fazer isso escaneando os livros e mostrando-os em uma tela grande (Sentenciador, TV ou projetor).

Nenhum comentário:

Postar um comentário