20 de janeiro de 2011

Programa de Leitura - Como mostrar as palavras

Embora eu tenha colocado este post no programa de leitura ele vale para o programa de Bits de Inteligência também.

Essa questão é importantíssima pois é ela quem vai ditar o interesse das crianças. A frequência, intensidade, clareza, duração, e todos os demais princípios do método Doman desembocam no momento em que você está frente a frente com as crianças e elas estão ávidas para saber se o que você tem a oferecer interessa mesmo. Manter essa avidez é o grande desafio para chegar aos objetivos. E como estamos lidando com seres humanos não há fórmulas mágicas senão uma: conhecer e conhecer muito bem seu filho ou alunos, e usar de muita criatividade para manter seu interesse.

Vejamos as formas de apresentação das palavras, desde as mais tradicionais até as menos ortodoxas:

- CARTÕES DE PAPEL
Seguindo as instruções dadas no passo 1 do programa de leitura. Mães mais experientes aconselham a plastificar os cartões para assegurar sua durabilidade (com uma etiqueta de papel no verso você pode fazer as anotações necessárias sobre a palavra: data em que mostrou, combinações com outras palavras, informações enciclopédicas, etc).

- SENTENCIADOR
É uma forma simples de organizar os cartões na hora de mostrar pares de palavras e frases. Sem ele é difícil manter o ritmo e a organização necessárias: crianças bem pequenas perdemo interesse fácil quando precisam esperar a mãe se desenrolar com um monte de cartões. Além disso, depois de um aninho elas já poderão interagir com joguinhos. Quer saber mais sobre o sentenciador? CLIQUE AQUI e conheça o belo trabalho da Kátia Xavier. Veja NESTE POST uma foto do sentenciador.

- POWER POINT
É uma boa alternativa aos cartões, especialmente se você quer economizar tempo. Mas não substitui os cartões porque os jogos de formar frases são fundamentais, e para a criança o manipular materiais é essencial para fixar conceitos. A visualização está para a memorização como a manipulação está para o aprendizado.

Aqui em casa deu muito certo com meus meninos, que adoram ver os slides. Para o uso com Bits deinteligência você pode pegar as imagens do google ou escaneá-las de livros, revistas, etc. Esteja apenas atento para que a imagem seja o mais concreta e objetiva possível, com fundo neutro e sem a presença de outros elementos. Por exemplo, para mostrar o SABIÁ:

Imagem errada (por causa do fundo):

Imagem certa:
Se por acaso você achou uma imagem ótima mas quer retirar o fundo, faça uso de um programa de edição de imagens, como o photoshop. Eu aqui uso o Photofiltre Studio X, que é mais descomplicado e possui ótimas ferramentas. Para tirar o fundo de uma imagem, por exemplo, é só usar a ferramenta que parece uma varinha de condão. Clique nela, depois no fundo, e depois na tecla DEL. Então é só corrigir as rebarbas com a borracha.

O Vegakids aconselha que, na apresentação dos Bits, quando usar power point, você deve saber o nome de tudo que será mostrado, uma vez que não há verso onde você apenas possa ler. Sugere então escrever com letra bem pequena em um cantinho da imagem, mas assegurando-se que as crianças olhem para a imagem, e não para o nome. Se já souberem ler, melhor seria cobrir o nome com algum objeto de forma que só o instrutor leia, pois o normal é que as crianças se fixem no nome e não na imagem.

Para conseguir a intensidade adequada de estímulos, o tamanho da tela do computador ou TV deve adequar-se ao número de alunos:
- Para 15 alunos, tela de 17" ou mais
- Para 20 alunos, tela de 21" ou mais
- Para 25 alunos, tela de 28" ou 32"
O ideal mesmo é usar um projeto de vídeo.

Sobre a fonte a ser usada no power point, veja o comentário abaixo feito pela Kátia Xavier feito a uma mãe que tinha essa dúvida:

"O tamanho da fonte oficial para iniciar na medida do material que vi em espanhol é 250 (arial simples/negrito) para as palavras, os pares de palavras não medi, mas acho que estão em 150 (arial simples/negrito) e as frases em 100. Eu fiz uma tabela com essas medidas entre outras. Agora já modifiquei e ficou assim a última versão:

Sempre em arial simples/negrito.
200 para iniciar as palavras com o recém-nascido
150 para iniciar a partir de 3 meses
120 para iniciar a partir de 8 meses
100 para iniciar a partir de 4 anos

Depois vai diminuindo na medida em que for passando as etapas, até atingir o tamanho mínimo, 80. Conforme a idade da criança, se tiver mais de quatro anos, uso tamanho ainda menor em brinquedos feitos com tampas de maionese, achocolatados, tampas de plástico de vários tamanhos. São jogos da memória, bingo e textos produzidos com a criança, ela fala e eu escrevo, ou adaptados.

Chamo a atenção para a recomendação sobre utilizar sempre letra de imprensa minúscula. É importante para a criança ver dessa forma, principalmente se na escola ela vê apenas a maiúscula.

Um abraço!
Kátia Xavier
"

Vantagens do Power Point:

- Facilidade de manejo.
- Rapidez ideal: um piscar de olhos por Bit.
- A internet é uma fonte inesgotável de Bits sem ter que estropiar os livros.
- São mais rápidos de fazer.
- Duradouros (um backup dura muito mais que cartolinas)
- Facilmente armazenáveis em mídias (CD, DVD, pen drive, HD externo ou interno)
- Intensidade ideal se se dispões de um projetor de vídeo, sem ter que amontoar muitas crianças nem dividí-las em grupos.

Inconvenientes do Power Point:

- Material (hardware e software): o material necessário (monitor grande, projetor, etc. aumentar o custo do programa significativamente, e se der algum problema na mídia onde estavam armazenados os arquivos, a dor de cabeça é grande (isso já aconteceu comigo).

- Frases longas podem não adquirir a intensidade ideal por não caber no slide do power point numa linha só. Uma solução seria fazê-las em um programa de edição de imagens, salvar como arquivo .JPEG e exibir no mesmo programa deslizando a barra de rolagem da esquerda para a direita até mostrar toda a frase.

- O professor necessariamente deve ter conhecimentos de informática.


- FORMAS DE MOSTRAR AS PALAVRAS

Agora vamos às formas menos ortodoxas. Elas podem ser utilizadas para tazer novidade às sessões quando você perceber que as crianças estão se aborrecendo (depois de verificar se o problema não está na velocidade ou tamanho das letras,por exemplo). As sugestões foram na maioria retiradas de mães que aplicam o método na comunidade do orkut "como ensinar seu bebê a ler". Não citarei nomes por uma questão de discrição, mas se alguma dessas mães assim o desejar, é só me comunicar que colocarei o nome com o maior prazer (sempre me admiro com a capacidade criativa das mães!). A idéia deste blog é ajudar outras mães e pais, bem como a professores, não pedi autorização para citar individualmente pois inferir que é desejo de todos os praticantes do método que o mesmo se multiplique e beneficie o máximo de crianças.

1) colocar os cartões no chão um embaixo do outro, e a cada cartão chamado, a criança dá um pulo em cima da palavra. É uma ótima maneira de prender atenção dela na palavra em si, além de divertido!

2) prender os cartões na parede, com uma fita adesiva, e com a criança pendurada nas costas, ir chamando cada palavra e se aproximando de cada ficha. Como se fosse brincando de cavalinho...

3) com a ajuda de outra pessoa, mostrar o cartão e a pessoa (adulto) lê a palavra em voz alta olhando para quem está segurando o cartão, na frente na criança. Isso chama atenção dela, pela conversa.

4) começar a contar uma história usando as palavras na mesma. Quando for falar a palavra do cartão, parar um pouco, pra dar um suspense.

5) Selecionar arquivos com o som das palavras que serão mostradas e colocar depois que falar o seu nome (sons dos animais, por exemplo)***. Na internet você pode achar muitos arquivos de som procurando por "sample sounds mp3 wav" no google.

6) Ficar de pé virada de costas para a criança com as palavras na mão e ir abaixando e mostrando as palavras por as pernas. (Se ficar cansativo acho que pode-se tentar fazer o contrário, sentar e ir subindo com a palavra pelo alto da cabeça, hehehe)

7) Levantar um pouquinho a primeira palavra e fazer um suspense pra chamar a atenção

8) Mostrar os cartões e depois demostrar todos ser levantado pelo pai num super pulo pelos ares.

9) Colar palavras pela casa nos respectios objetos a ue se referem.

10) Comprar uma manta magnética e fazer palavras para a criança pregar num quadro metálico (dica da Ana Júlia)

11) Pendurar palavras por cordões que descem do teto

12) Colar palavras na parede e correr com a criança no colo mostrando rapidamente as palavras

13) No caso dos mapas, fazer uma grande mapa com EVA e brincar de correr de um país ao outro.

Essas foram experiências pessoais que deram certo. Você quer compartilhar alguma conosco? Que tal criar outras formas?

***Tenho uma história engraçada com o item 5. Eu fiz isso com sons da natureza, e na palavra LUA coloquei o som da Sonata ao Luar de Beethoven. Um belo dia fomos para um concerto de piano com meu filho Vinícius e logo que o pianista começou a tocar as primeiras notas da Sonata ao Luar para o auditório no mais profundo silêncio, Vinícius começou a gritar do alto dos seus 1 ano e 7 meses: LUAAAAA, LUAAAAAA, LUAAAAAAAAA enquanto o auditório inteiro se virava para nós...

5 comentários:

  1. oi
    vou ensinar meu filho, e possivel encontrar o material para comprar?
    estou fazendo em cartolina e nao estou gostando....(nao esta ficando uniforme)
    e tambem acho q vou demorar muito a ter palavras suficiente para comecar....
    meu msn e vi_usa@hotmail.com
    por favor me responda por msn ou email....
    obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Tenho lido bastante seu blog. É uma grande motivação para nós, mães,preocupadas com a educação e divertimento de nossos pequenos. Parabéns!!
    Iniciarei o método Doman com meu filho, ele completará 3 meses, minha dúvida é: já posso iniciar com dois idiomas? os dois no mesmo cartão? Exemplo: mão - hand.
    Não achei uma boa explicação no livro sobre isso.
    Abraços
    Alba

    ResponderExcluir
  3. Olá, Alba! Obrigada pelo comentário!
    No material que tenho, que é de um Instituto Espanhol onde aplicam a técnica Doman, eles ensinam a fazer assim: mostrar o nome em inglês primeiro (e falar ao mesmo tempo), em seguida mostrar uma ilustração que expresse o significado do nome, repetindo a palavra em inglês, e depois mostrar o nome em português (falando também). Acho que a melhor maneira de fazer isso é no Power Point ou similar, com cartões fica muita coisa pra manipular (frente e verso com as palavras e outro cartão para a figura). Também é importante expor a criança à linguagem nativa pelo menos 5 minutos, 3 vezes ao dia. Você pode escolher uma música ou vídeo em inglês. Isso é imprescindível para que ela se acostume À fonética da língua, que, segundo Doman ensina, é bem particular, cada língua ativa uma parte diferente do cérebro. Pra material em inglÊs recomendo ess site: http://ebookforchildren-baby.blogspot.com
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. É realmente muita coisa pra manipular, mas se é pra ser no power point é melhor quando ele estiver com uns seis meses? Ele completará apenas com três.

    Agradeço o retorno.
    beijos
    Alba

    ResponderExcluir
  5. Alba, um dos princípios de DOman é que os pais só devem aplicar o método quando estiverem seguros. Se você acha que é melhor par ao bebê esperar até o 6 meses, sem problema! Você poderia colocá-lo num bebÊ conforto e ligar o computador a uma TV de LCD ou LED com entrada para computador, aí as letras ficariam bem grandes e perfeitas para ele. Mas se você acha que sentirá mais segura esperando um pouco mais, não temproblema nenhum viu? Ah,traduzi o programa de idiomas que tenho aqui e coloquei num post pra vc. Beijo.

    ResponderExcluir