4 de fevereiro de 2011

O mais difícil é começar...

Esta foi a semana de volta às aulas e também a semana que escolhi para reiniciar o programa de leitura com meu filho mais velho e começar com o mais novo.
Foi um sucesso. Eles adoraram e curtimos bons momentos juntos

Também esta semana tive conversas com outras mães que estão começando o método e me reportaram algumas de suas dúvidas. O que gostaria de dizer é: vão em frente!! Façam o que seu coração e intuição manda!! Acredito demais no poder da intuição materna. Isso vale para tudo em relação à criação e educação dos nossos filhos. Ninguém melhor que a mãe sabe o que seus filhos precisam. Por isso não se intimide com a idéia de achar que está fazendo algo errado, ou que vai ser difícil seguir todas as regras, ou que seu filho pode não gostar do que você está fazendo: você está fazendo o melhor, está se dando no que tem de mais precioso, está disposta a dedicar tempo e energia para seu filho e é por isso que seu filho vai AMAR tudo que você fizer.

Algo que tenho percebido em todas as experiências a respeito do método Domam é que os pais mais bem sucecidos são aqueles que fazem adaptações para a realidade de seus filhos e se permitem ousar ir além - ou aquém - para que os filhos saiam ganhando. Há pequenas diferenças no modo de aplicar o método no Brasil, Espanha, Filadélfia, Itália ou Japão, há pequenas diferenças entre o que é feito nos lares e nas escolas, bem como há pequenas diferenças entre o que é feito aqui na minha casa e aí na sua. Se você comparar as edições mais antigas dos livros de Doman com as mais recentes vai descobrir diferenças de metodologia também. Tudo bem!

Veja o que o próprio Domam diz: "As mãe são as melhores mães do mundo!". Não foram os Institutos de Doman que ensinaram às mães, mas as mães que ensinaram os Institutos as estimular as crianças corretamente.

Deixem-me trasncrever parte do capítulo 21 de "Como multiplicar a inteligência do seu bebê":

"Não há magia na técnica. A magia está na criança. Não se apaixone por técnicas. Ao contrário, adquira um conhecimento profundo de como o cérebro cresce e procure entender a fundo esse crescimento. Isto é infinitamente mais importante. [...] Se você realmente entender como e por que deve fazer o que faz, o seu conhecimento crescerá a olhos vistos, e no final você terá inventado melhores técnicas do que aquelas ensinadas neste livro. [...]A mágica está na sua criança. Ela tem suas características diferentes das demais que você já conheceu. Encontre esta magia e dê-lhe a sua. Se este livro fizer com que uma só mãe sinta um novo e profundo respeito por seu filho, terá valido a pena todo o esforço para escrevê-lo. Porque isso, por si só, provocará uma grande mudança em cada mãe e em cada bebê atingido. Isso é a essência da Suave Revolução."

Acredite, você está no caminho certo, simplesmente dê a mão a seu filho e... caminhe!

3 comentários:

  1. Por isso que amo falar com você, flor!!!
    E vamos que vamos estimulando nossos filhos!
    Vi seu recadinho e entendi..rs Isso que dá quando se pega o bonde andando! rs Mas agora está tudo claro pra mim! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito lindo esse trecho do livro, eu quase chorei. Eu não pude comprar os livros do Doman, mas tenho colhido informações e tenho aplicado o método. Consegui a pouco tempo baixar "como ensinar seu bb a ler" em espanhol e traduzi no google, a tradução n ficou muito bem feita, mas tô lendo. Eu comecei a aplicar o método em dezembro, ela já lê umas 50 palavras, mas não fiz muitas frases com ela. Agora comprei um quadro de imã p fazer as frases e ela amou a novidade. Mas realmente já fiz muitas coisas diferentes do método, inclusive o alfabeto q já estava ensinando antes de ensinar o método e acho q isso n confundiu ela. Qd ela vê uma palavra ela começa a falar agumas letras q tem na palavra, é muito legal.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nanda! Que legal, continue que sua filha está respondendo muito bem! Na época que comecei com meu filho mais velho tb ensinei o alfabeto (não tinha lido os livros do Doman ainda), e ele não podia ver uma placa na rua que saía dizendo as letras,kkkkk era até chato,porque ele parava o tempo todo pra ler as letras hehehehhe

    ResponderExcluir