3 de fevereiro de 2011

Primeiro passo rumo ao mestrado

Hoje levei a documentação para seleção no departamento de Psicologia Cognitiva da UFPE e vou aguardar o resultado, que deverá sair no final do mês (vou tentar entrar como aluno ouvinte primeiro).
Estou ansiosa.
Na carta de intenções não cheguei a mencionar que meu projeto seria baseado no método Doman, mas citei características do método, e confesso, tenho medo da reação deles. Porque já percebi que no meio acadêmico há MUITOS autores que atacam o método Doman, chamando-o de pseudociência, questionando seus resultados, apontando a falta de documentação acadêmica dos mesmos, e rotulando-o como uma estratégia comercial para enganar pais e professores dedicados. Não sei se os professores daqui já têm uma opinião sobre o assunto, espero que não, para que possamos chegar juntos a uma conclusão.
As pesquisas mais animadoras têm sido feitas na área de Educação, e vêm principalmente da Espanha. Emartigos como ESTE AQUI. É uma pena que haja tão pouca produção científica em nosso país. Por causa disso, a área acadêmica, que deveria existir para desmistificar fatos, acaba assumindo um comportamento preconceituoso para com aquilo que (ainda) é desconhecido. O que não é considerado "Verdade Universal" tende logo a ser descartado como mentira. Imagine onde estaríamos se não fosse a "mentira" de Galileu...

Bem, eu vou lá que meu filho está aqui ao lado dizendo "Mas mãe... você trabalha muito!"
kkkkkkkkkk

4 comentários:

  1. Luciana, estou torcendo para que você seja selecionada! Quando tiver notícias da sua aceitação, posta aqui, viu?!
    É meio difícil falar sobre método Doman no meio de tantos professores, mas sempre há quem tenha a mente mais aberta para o novo. Já conquistei algumas colegas...rs

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Tay!
    Assim que souber o resultado venho dizer aqui sim. Eu acho que a parte mais difícil é convencer os professores de que esta idéia não é "Velha",ou seja,ultrapassada. Afinal, os primeiros estudos começaram a ser feitos de maneira cinetífica nos anos 70, e de lá pra cá vários rótulos já foram criados para Doman, sem ao menos levar em conta as especificidades de cada programa e o público a quem se dirige (crianças com lesão cerebral, crianças neurologicamente normais, estudantes, etc).
    Mas vamos que vamos.

    ResponderExcluir
  3. Luciana, ainda não sei em que turma irei lecionar este ano, mas se for na turminha de 4 anos da Educação Infantil e você precisar de alguma coisa para o seu trabalho, me avise. Se tudo der certo, vou ficar muito feliz em poder colaborar com você.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, querida! Posso precisar sim, e é bom saber que posso contar com você. Beijão!!

    ResponderExcluir