11 de fevereiro de 2011

Programa de Música - Dica para professores e pais iniciantes

Este post vai para a amiga Lu Cavalcante e para todos os pais que não são musicistas mas desejam começar um programa de música com seus filhos.

Para mim, como Educadora Musical é MUITO, MUIIIITO importante que a criança não apenas decore símbolos de teoria musical, mas que que brinque com isso, que sinta, ouça, experimente, toque, cante, expresse com o corpo aquilo que a teoria diz. O aprendizado musical com crianças tem que necessariamente passar pelo lúdico, pela brincadeira, pelo gostar de fazer música, se não for assim, é bem provavel que aconteça o contrário: ela passe a não gostar de música. Aliás, foi debatendo sobre este tema que cheguei à comunidade do orkut "como ensinar seu bebê a ler" e conheci mais sobre o método Doman. Embora minha visão do método tenha se aperfeiçoado muito de lá pra cá, continuo achando que o programa Doman de música só faz sentido num ambiente de Musicalização Infantil, ou seja, adaptando o conhecimento musical para as necessidades neurológicas, emocionais e cognitivas da criança. Para fazer isso você tem alguns caminhos:

1 - Matricular seu filho numa escola de Musicalização, se a escola regular dele não oferecer aulas de música. Há profissionais e escolas de música especiazalizadas em vários estados que oferecem esse curso. Então você complementa com o método Doman em casa (e pode até sugerir que a escola de música em questão o adote). NESTE POST eu apontei onde você pode encontrar material sobre o programa de Música Doman. Lu, o primeiro livreto "THE INITIAL MUSIC PROGRAM" é para mães iniciantes também. Mas é tudo em inglês. Quando eu receber o meu posso postar alguma coisa traduzida aqui, dada a dificuldade de adquirir esse material.

2 - Se a escola de seu filho já possui a Musicalização como matéria regular, ótimo! Converse com a professora ou professor sobre as possibilidades do método Doman. Ele vai gostar. Professores de música costumam ser pessoas muito abertas a novidades. Se a escola ainda não oferece, COBRE. Saiba que a partir de Agosto de 2011, o ensino de Música é OBRIGATÓRIO na educação básica, ou seja, da Educação Infantil até o Ensino Médio. ESTA LEI de 2008 deu três anos para as escolas se adaptarem, e a partir de 18 de Agosto nenhuma escola tem mais desculpa para não oferecer música como conteúdo curricular (ou seja, você não precisa pagar NADA por fora). Cobre também algo que a lei não detalhou: que o ensino de Música seja feito por um profissional licenciado, que tenha feito faculdade de Música e aprendido a ensinar música para crianças. Não deixe qualquer "aventureiro" dar aulas de Música para seu filho só pra tapar buraco. Isso pode fazer um mal terrível para as crianças.

3 - Procure uma escola que utilize o método Suzuki em sua cidade. Este método, utilizado nos Institutos para o desenvolvimento do potencial humano de Doman, envolve pais e filhos no aprendizado do instrumento musical,que pode ser: violino, viola, violoncelo, piano ou flauta. A filosofia Suzuki propõe que pais e filhos aprendam juntos, e que a motivação aconteça da mesma forma que a criança faz para aprender a língua materna. Leia mais sobre o método NESTE SITE.

4 - Aprenda um instrumento musical com seu filho. Se não houver uma escola Suzuki por perto, saiba que aprender música através assim é a melhor forma de musicalização. Isso pode começar assim que seu filho mostrar interesse por um instrumento, geralmente entre os 2 e 3 anos. Não se intimide! Procure bons materiais e comece! Eu aqui, embora licenciada em música sou péssima instrumentista, no entanto decidi estudar teclado junto com meu filho mais velho. Ele está com 3 anos e meio. Comprei um teclado (o dinheiro não deu pra um piano, infelizmente) e fiz uma vasta pesquisa sobre métodos de iniciação. Atualmente estou em processo de ler e organizar esses métodos para planejar as aulas. Mas se você não for tão megalomaníaco como eu, pode escolher apenas um deles para trabalhar: qualquer um é uma boa opção. Vamos à lista? (Lu, ao escolher de preferência a um que venha com CD e não se preocupe que os métodos são super didáticos, você vai aprender facilmente com sua pequena - essa é mesmo a idéia que Doman tinha em mente ao propor seus programas de estimulação infantil - leia o capítulo "As mães são as melhores mães do mundo" do livro "Como multiplicar a inteligência do seu bebê")

MÉTODOS NACIONAIS:

- MEU PIANO MEU BRINQUEDO – ELVIRA DRUMMOND
No SITE da autora você encontrará vários outros materiais para musicalização infantil, de bebês a crianças maiores. Gosto muito da metodologia dela. É antes de tudo uma mãe que soube musicalizar os filhos, e ambos hoje são grandes instrumentistas. E além de tudo é nordestina, heheheh No site, visite os links "Musicalização", "Linguagem e percepção" e "Piano solo" para conhecer mais sobre o material.

- CADERNO DE EXERCÍCIOS PARA CLASSES DE INICIAÇÃO MUSICAL - Carmen Maria Mettig
Diversos estudos e brincadeiras destinados ao aprendizado da musicalização infantil.

- O CASTELO DÓ, RÉ, MI... - Aparecida Faulin
Para crianças a partir de 3 anos. "Elaborado com carinho e esmero pela professora Aparecida Faulin, O Castelo Dó Ré Mí... é um novo método de iniciação musical, onde a autora, foi muito feliz na criação dos desenhos e "estórias", que levam o educador a caminhar agradavelmente dentro do maravilhoso mundo dos sons, colhendo, a cada passo, um troféu de gloria artística."

- DUAS MAOZINHAS NO TECLADO – MARIO MASCARENHAS
Há professores de piano que abominam este autor, mas eu comecei a aprender piano com ele e ADOREI. O motivo da abominação é porque ele costuma facilitar as peças para que o aprendiz tenha o mais rápido possível a sensação de que está tocando algo bonito. Embora seja bem antiguinho, eu também estou adaptando para usar com meu filho, acho que tem muito a aproveitar. Para ser usado a partir dos 3 anos. E tem uma VERSAO ONLINE.

-
MEU PIANO É DIVERTIDO - Vol. 1 - Alice Botelho
Um clássicos dos nacionais. Voltado para o público iniciante (a partir dos 3 anos), de modo especial as crianças. Além de ensinar, proporciona prazer e alegria aos estudantes, em sua prática, não destruindo assim o amor natural que a maioria deles sente pela música.

-
INICIAÇÂO MUSICAL - BRINCANDO, CRIANDO E APRENDENDO Vol. 1 - Josette S. M. Feres
O forte desse são as peças musicais, com títulos brincantes como: "o carteiro", "passarinho", "serra serra", etc. Eu utilizaria como complemnento das lições, para formar repertório.

-
INICIAÇÃO AO PIANO E TECLADO - Antonio Adolfo
Com uma linguagem moderna, este livro apresenta os parâmetros básicos da música, ensinando os primeiros passos e fazendo com que o aluno tenha contato com o(s) instrumentos(s) sem receio, ou melhor, incentivando-o à expressão musical, não só tocando, como também começando a aprender a ler música, a improvisar e até mesmo a compor. Tudo isso através de atividades diversas, de histórias e de outras opções, associando diferentes situações e grafias à música.

-
MEU PRIMEIRO TECLADO - Cristine Prado
Este método é destinado ao ensino de crianças nas técnicas de execução em teclados portáteis. Trata-se de excelente material didático, que vem agradando tanto a professores como aos próprios alunos que dele se utilizam. A cada lição são apresentados e trabalhados elementos musicais essenciais, assim como sugestões quanto ao aproveitamento dos recursos desses instrumentos.

-
MÉTODO INFANTIL DE TECLADO - Marcelo Dantas Fagundes
Indicado às crianças não alfabetizadas podendo ser utilizado com a ajuda dos pais. De forma divertida, a criança aprende as notas musicais, uma a uma, os primeiros acordes e algumas músicas infantis, tudo apresentado de forma progressiva e dinâmica, com muitos desenhos para colorir.

A DOSE DO DIA - MINI-LIVRO - INICIAÇÃO - Edna Mae Burnam
Exercícios para fazer antes da aula de piano. Para melhorar a técnica. Mas as músicas tem títulso como "no balanço","no gira-gira","no escorregador", e antes de tocá-las você até pode fazer brincadeiras rítmicas do tipo para depois explorar no teclado.

ENCANTANDO COM A MÚSICA VOL. 1 - Acácia Maria Picoli
Encantando com a Música é o primeiro livro de uma coleção formada por quatro volumes, elaborados cuidadosamente para aproximar a criança do processo de leitura e escrita musical, sob a forma de estudo dirigido. Nele, os aspectos teóricos relativos ao aprendizado da leitura e escrita da música, são tratados de maneira interativa, utilizando elementos do universo infantil, como formas coloridas que representando notas e figuras de ritmo.

MÉTODOS IMPORTADOS
Existem muitos, vou falar apenas dos que eu conheço e tenho.

-
PIANO BÁSICO DE BASTIEN - Nível Pré-Iniciante - James Bastien
Um clássico muito utilizado por professores de piano.
Este livro é baseado em uma série de lições cativantes e progressivas orientadas para dar ao aluno um bom ponto de partida em seu aprendizado de piano. A sequência das lições está cuidadosamente graduada para assegurar o contínuo progresso nos estudos.

-
ALFRED´S BASIC PIANO - PREP COURSE LEVEL A - Lesson Book/CD
Embora o autor recomende a partir dos 5 anos, dá para usar desde os 3. O bom de ter o CD é que você não precisa saber tocar para acompanhar a criança: basta ensiná-la a tocar a melodia e colocar o CD para tocar o acompanhamento. Isso é um grande incentivo porque com o acompanhamento instrumental a criança sente que está tocando algo "bonito e significativo", não apenas "catando milho" no teclado. Nem a mãe se desespera para ter que aprender a tocar a partitura de acompanhamento, heheheh. Como opcionais que complementam o estudo há o livro de exercícios de percepção auditiva (ear training), o livro de técnica (techninc book), o livro para fazer uma apresentação (solo book) e o livro de teoria musical (Theory book), tudo integrado.

-
MUSIC FOR LITTLE MOZARTS: Music Lesson Book 1
Da mesma editora e linha do anteiror, na minha opinião, é o mais apropriado para começar com os menorzinhos, a partir de 2 anos e meio, 3 anos. Cada lição é como uma história sobre o rato Mozart e o urso Beethoven, e suas aventuras musicais. Tem CD que quebra um galhão, mas tem que ser comprado à parte. Pode ser complementado pelo "Discovery Book", "Workbook" e "Recitalbook".

-
JOHN THOMPSON´S EASIEST PIANO COURSE - Part 1 - John Thompson
Eu usaria a partir dos 4 anos, ou como complemento do estudo.
Este é um método abrangente criado para o desenvolvimento dos iniciantes no piano. Inclui diversos exercícios, leitura de partitura, acompanhamentos, revisões, exercícios com acompanhamento para o professor e muito mais!

- LIÇÕES DE PIANO - VOL. 1 - LIVRO/CD - EM PORTUGUÊS -Piano Lessons Vol. 1 - Hal Leonard Student Piano Library
MA-RA-VI-LHO-SO. A partir de 3 anos. Para mim, se você puder comprar só um livro nesta lista toda, escolha este, pois ele junta tudo de melhor que os outros tem, vem com CD e está em português (coloquei aqui porque para todos os efeitos, utiliza o sistema americano de notas musicais). Além de ser um dos únicos que dá espaço para a criança compor também.
Um dos métodos mais conceituados e utilizados para o aprendizado de piano está disponível em Português! A introdução dos assuntos é gradativa e muito bem trabalhada. Acompanha CD para prática! A famosa metodologia Hal Leonard
com fácil acesso às escolas, professores e alunos. Livro colorido, ilustrado, com muitos exemplos musicais e interatividade que tornam o estudo prazeroso e eficiente.

TODOS ESSES LIVROS ESTÃO DISPONÍVEIS PARA COMPRA no site da Freenote (site seguro, já comprei várias vezes lá - até demais, já deviam ter me promovido a sócia), exceto os da Elvira Drummond, que só podem ser adquiridos no site da própria autora.

34 comentários:

  1. Nossa, muito obrigada mesmo pela atenção!! Fiquei até emocionada.
    Mas ainda fiquei na dúvida de qual seria melhor pois meu filho tem apenas 1 ano e meio ou se é melhor esperar até os dois anos e meio, três? Eu queria ensinar eu mesma, até porque meu filhinho ainda não está na escola e eu não tenho dinheiro pra pagar uma aula (aqui em Brasília tem vários lugares que tem musicalização pra bebês, tem uma de graça na UnB mas tem uma lista de espera e eu ainda não sei qual a linha deles).
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Sou eu no comentário acima, tenho dois emails do gmail...

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu!
    Pois é, eu deixei a dica aproveitando que também estou pesquisando sobre o assunto, mas sobre seu filho, talvez fosse bom esperar até ele completar dois aninhos. Existe material próprio para musicalizar bebês, mas eles custam caro. Vou fazer um post sobre isso também esta semana, ok? Colocar algumas dicas de como fazer uma "aulinha" em casa mesmo e algumas músicas. Mas pra tocar um instrumento a criança só está preparada perto dos três anos, quando a coordenação motora dela está mais desenvolvida. Isso depende muito do desenvolvimento de cada criança, do quanto essa coordenação é trabalhada quando ainda bebê, mas em geral, só por volta dos três anos o cérebro dela está preparado,e isso é importante porque se elas se frustrarem muito por não conseguirem tocar, podem ficar chateadas e não quererem mais nem saber disso. No entanto você jápode ir estudando algo de música pra passar pra ele. Beijinhos! Até mais! É um prazer ajudar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Luciana, meu filho tem 3 anos e acabei de comprar um violino pra ele. Vi que suas dicas são em sua maioria para ensino de piano/teclado. Qual o material que você aconselharia para o ensino de violino nessa idade? Baixei o método Suzuki, indicado por muitos como o melhor. Porém não vi nele nada atrativo ou que ensinasse de forma lúdica as crianças. Também não sei se peguei o arquivo correto. Enfim, quem escolheu o violino na realidade foi ele, já que eu a mãe tocamos violino há cerca de 2 anos e, como ele nos vê tocando, pediu. Mas não tenho segurança na metodologia a utilizar, tenho medo de fazer de uma forma errada e assim gerar algum tipo de bloqueio nele.
      Também somos irmãos de fé, rs.

      Excluir
    3. Olá, Thiago! Que bom receber mais um irmão por aqui. Minhas dicas são mais na área de teclado/piano porque é o instrumento com que sou mais familiarizada. Só agora estou estudando violão e ukulele e ensinando meus filhos também, mas sobre violino não sei nada mesmo. O único método que conheço para crianças ao violino a partir de 2 anos e meio é o Suzuki, mas para isso o professor deve fazer uma preparação através de um curso que até onde eu saiba é realizado apenas nesse local: http://www.associacaomusicalsuzuki.com.br/ se não me engano são quatro módulos. Todo material didático só pode ser obtido no curso. As partituras que vc baixou são apenas para os estudantes. A filosofia e a metodologia só são ensinadas oralmente por esse centro, que é autorizado pela entidade internacional. Então realmente é complicado ensinar, ainda mais crianças pequenas, sem ter essa base de formação. Só com a partitura mas sem a metodologia é arriscado fazer a coisa errada mesmo, eu não arriscaria. Mas acho que o simples fato de sua filha ver vocês tocando já é uma grande incentivo. De qualquer forma eu o aconselho a adquirir algum método para crianças da Alfreds, que é especializada em ensino de instrumentos para crianças. Métodos como este: http://www.alfred.com/Products/Step-by-Step-1A-An-Introduction-to-Successful-Practice-for-Violin--00-20650X.aspx ou este http://www.alfred.com/Products/Magic-Carpet-for-Violin--00-27741.aspx não sei se são para essa faixa etária, mas vale a pena conhecer. Eu costumava comprar aqui no Brasil na Freenote, mas agora conheci essa loja que manda para o Brasil com frete grátis, e o preço é bem menor que o cobrado aqui. Recentemente comprei livros lá e indico. Demora cerca de um mês pra chegar, mas chega direitinho. A loja é a book depository: http://www.bookdepository.com/Violin-Star-1%2C-Students-%2C-with-CD-Edward-Huws-Jones/9781860968990 Se der certo, por favor, venha aqui me dizer, vou ficar feliz em saber. Mas continue firma na ideia de ensinar a pequena ;-) Abraços e boa sorte.

      Excluir
  4. Olá querida!
    Parabéns por sua iniciativa em levar a música desde cedo às nossa crianças que certamente serão gratas.
    Sou professora de Musicalização Infantil e considero umas das práticas musicais mais importantes para o mundo musical.

    Apoio os métodos aí expostos como professora de Piano Infantil em especial os - LIÇÕES DE PIANO - VOL. 1 - LIVRO/CD - EM PORTUGUÊS -Piano Lessons Vol. 1 - Hal Leonard Student Piano Library.
    Como mãe de quatro amores brilhantes espero que o mundo se dobre diante da Música, pois sei o poder de transformação que esta obtém.

    Abraço,

    Sinara Sousa - Brasília - DF

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Sou a professora Acacia Picoli, autora da Coleção "Encantando com a Música". Foi com muita satisfação que vi a sua referência do meu livro em seu Blog. Parabéns pela sua iniciativa, sua atitude fortalece e aproxima a classe musical . Aproveito a oportunidade para informá-la que já lancei mais um livro da Coleção : Encantando com a Música "Musicalização Infantil", com CD e Guia do Professor. Visite o nosso site www.brinqtoc.com.br
    Um grande abraço, professora Acacia Picoli

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, Sinara, por seu comentário tão estimulante :-)

    Olá, professora Acácia! Que honra tê-la por aqui. Sou uma grande admiradora do seu trabalho, e sempre o recomendo. Parabéns e continue produzindo muito :-)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eita.... (como sou nordestina, vou logo dizendo EITAA. HEHEHE)Fiquei muuuuitoo feliz com esse post que encontrei. Olha, caiu como uma luva na minha situação. Tenho dois filhos uma de 6 (Mell) e um de 3 (Isaac) e acabei de conhecer o trabalho da Elvira... Fiquei maluca... encantada com tudo q vi... mas como temos que ir devagar fui pesquisar mais e encontrei suas palavras que muito me ajudaram. Dei uma olhada nos métodos que vc indicou e como AINDA não sou educadora musical e nem sei tocar nenhum instrumento... irei começar com meus filhos. Mas sou uma apaixonada pela musica e agora que descobri a musicalização infantil, teoria musical I e II, através de um curso que fiz de Ministério de Louvor, acredito q daqui pra frente vou buscar mais e mais pra os meus filhos e pra mim. Fico encantada com o trabalho que vejo com crianças... são as "pessoinhas" mais sinceras e melhor de trabalhar e ainda mais envolvendo música... aí minha cabeça ta a mill, de tantas ideias... Vou respirar fundo e começar devagar né. Não vou perder mais tempo... Tenho 29 anos e vou investir em mim e em meus filhos e espero que dê frutos no futuro deles e de outras crianças, quem sabe né. E tudo pra glória de Deus, que creio ser o autor dessa maravilhosa criação, A MÚSICA. Foi um prazer, um abraço!!!

    ResponderExcluir
  8. Lorraine, que comentário arretado! kkkkkkk ADORO! Você não imagina minha felicidade em ler sua mensagem. Sobre os livros de Elvira Drummond pode comprar sem medo, são maravilhosos para a musicalização infantil. Acabei de receber o "descobrindo Sons" que demorei a comprar porque a bichinha é meio careira, e a coleção custa R$ 200,00, mas pense num dinheiro bem investido! Tava aqui agorinha babando no material. E é bem para a idade de seus filhos. Se puder, junte uma graninha e compre mesmo. Eu não coloco aqui porque tenho mais é que incentivar que as pessoas comprem e prestigiem o trabalho dessa outra nordestina arretada, pioneira e talentosa, que é a Elvira. Conte com minha ajuda e venha sempre aqui pois vez ou outra posto atividades musicais (procure no marcador MUSICALIZAÇÃO). Estude música com esse amor todo e você vai ver como vai se apaixonar cada vez mais. Mas com o que você já tem já é possível começar sem medo, viu? Respire sim, mas mantenha a empolgação, você vai longe! Volte para contar suas conquistas, ok? Precisando, estou por aqui. Grande beijo e muitas bênçãos para você, sua família e seus futuros alunos, minha irmazinha.

    ResponderExcluir
  9. Ai que bom... Fico muito feliz por isso. Vou olhar sobre musicalização, sim. Pois é... Moro em uma cidade próximo a Fortaleza, chamada Aquiraz. São mais ou menos 30km pra chegar lá e o custo fica meio alto pra fazer cursos de instrumentos. Aqui não tem. Eu até comecei, mas meu professor de violão recebeu uma proposta muito boa pra ele e parou de dar aulas particulares.Eu estava me saindo bem, já q sei ler partituras razoavelmente, mas sozinha fica difícil. Eu gostaria muito de fazer uma faculdade. Espero q um dia Deus me conceda esse sonho e forças pra realizá-lo. Vc q tem dois filhos, e imagino q seja casada, sabe o qnto dá trabalho uma família e fica difícil fazer faculdade em meio a essa situação. Porém sei q o que é meu ta guardado e o q eu posso fazer agora, farei. Comprei o q vc comentou do site freenote e estou roendo as unhas hehehe, esperando ele chegar. E não vou parar só nele nao. Se Deus quiser, vou comprar esse ai q fiquei apaixonada por ele tbm, da Elvira. Quero muito incentivar, meus filhos pra música. Na verdade eu canto no grupo de louvor da Igreja Batista, da qual faço parte, mas não exponho muito meu amor pela música. Acho q as pessoas não apostam muito em mim não. Mas de qualquer forma, eu não to querendo fama, quero curtir a música, admirar, louvar ao Criador por sua criação. E espero q aprendendo a tocar um pouco e cantando, como podemos cantar, isso me basta. Quem sabe um dia aprenda o suficiente pra ensinar a outras crianças, sobre esse universo tão lindo, que Deus fez. A música nos toca, é um maravilhoso instrumento que Deus usa pra tocar nosso coração. Grande Beijo, Luciana.

    ResponderExcluir
  10. Ah... esqueci de dizer... suas "cobaiazinhas" são lindos e sortudos de ter uma mãe tão capacitada como você. Duas formações não é brincadeira não... Deus abençoe vcss!!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Acompanho o blog há mais ou menos 1 ano e meio (minha filha tem 1 ano e 7 meses) e acho muuuito bom!
    Veja só uma matéria que saiu em um jornal em Natal, sobre aula de música nas escolas: http://tribunadonorte.com.br/noticia/escolas-implantam-aula-de-musica-na-grade-curricular/215753.
    Se eu morasse em Recife e você já tivesse com sua escola pronta, minha filha estudaria lá...rs. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Iara! Muito obrigada pela mensagem e pelo link, a matéria é muito boa e mostra um ótimo trabalho. Meu próximo post deverá anunciar meu blog de musicalização, que aliás, é o motivo de eu estar demorando tanto a atualizar: estou preaprando ele para ser uma ajuda para pais e professores de música que desejam musicalizar suas crianças. Fico muito feliz de saber que você gosta do meu trabalho. Você mora em Natal? Eu nasci lá! A cada dois meses vou visitar minha família em Natal e não descarto a possibilidade de morar lá um dia... até, quem sabe, colocar minha escola lá, né? ;-) Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Lu,
    DUAS MAOZINHAS NO TECLADO – MARIO MASCARENHAS, online pede senha. Você tem???
    Obrigada.
    jaiba22@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Luciana, boa tarde. Estou encantada com suas ideias, sou professora de musica.....amei seu blog, enfim sua materia no geral! Podia me passar seu email. Obrigada. Dorca Goby.

    ResponderExcluir
  15. ola po rvavo mem sine

    ResponderExcluir
  16. Olá,gostaria de saber onde você comprou MUSIC FOR LITTLE MOZARTS: Music Lesson Book 1 em português.Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, anônimo, comprei nesse site: http://www.freenote.com.br
      Sempre compro nele, é bastante confiável. Mas esse livro não tem versão em português. Abraço.

      Excluir
  17. Ambientes barulhentos agridem

    Na 22ª. segunda semana de gravidez, a cóclea, órgão que abriga todos os componentes da audição dentro da orelha interna, já está completamente formada. Isso quer dizer que o bebê ouve a mesma coisa que você.

    Estudos já demonstraram que o líquido amniótico pode amplificar alguns tipos de som, como os muito graves. A voz da mãe também é amplificada em cerca de 5 decibéis.

    Um estudo chegou a mostrar que mulheres que trabalhavam oito horas por dia num ambiente de muito barulho (em volumes que exigiam proteção auricular) corriam mais risco de ter bebês com problemas auditivos.

    Além disso, é preciso considerar que um barulho muito forte faz com que o organismo da mãe produza hormônios ligados ao estresse, fazendo o coração acelerar, o que não é bom para a saúde cardíaca do bebê.

    Os bebês, desde o útero materno, ouvem e reconhecem vozes. Sabe-se também que são capazes de sentir emoções da mãe, de se assustar e que após o nascimento terão memórias da vida intra uterina.

    O psiquiatra canadense Thomas Verny explica no livro “Bebês do Amanhã: Arte e Ciência de Ser Pais”, que desde os primeiros meses de gestação, a criança é capaz de identificar certos acontecimentos.

    “Com 4 meses e meio, se você acender uma luz forte na barriga de uma gestante, o bebê vai reagir. Se fizer um barulho alto, ele tenta colocar as mãos nas orelhas. Se colocar açúcar no liquido amniótico, ele vai dobrar a ingestão. Bebês gostam de açúcar! Quando se coloca algo amargo, o bebê para de tomar o líquido e faz cara feia. Eles sentem a diferença entre doce e amargo, reagem à luz, ao toque e ao barulho.”

    Vídeo-game e todos os brinquedos sonoros devem ser avaliados pelo som que emitem. “O sistema auditivo é um órgão sensorial extremamente delicado e passível de lesões se for muito carregado, principalmente em bebês, que têm uma sensibilidade auditiva muito apurada. A célula ciliada do ouvido interno do bebê sofre com o ruído excessivo e esse abuso pode acabar levando à sua destruição”, alerta o otorrinolaringologista Jamal Azzam.

    A indicação é sempre manter os pequenos longe de ambientes muito barulhentos, seja um local fechado ou na rua, onde o som do trânsito também causa incômodo. Se for inevitável fugir desses locais, o ideal é proteger os ouvidos da maneira certa. “Muitos pais usam algodão para tapar o canal auditivo, mas isso não garante a vedação necessária do som. Uma opção é usar fones de ouvido de boa qualidade que preservem a audição”, finaliza Azzam.

    “Há uma região no cérebro chamada “tálamo”. Esta é a parte do cérebro na qual a música é percebida. No tálamo as emoções, sensações e sentimentos são percebidos antes destes estímulos serem submetidos às partes do cérebro responsáveis pela razão. A música, portanto, não depende do sistema nervoso central para ser assimilada imediatamente pelo cérebro. Ela passa pelo aparelho auditivo, pelo tálamo e depois vai ao lobo central.

    A “batida” que substitui o ritmo provoca um estado de emoção que a mente não discerne. Desorganiza a química. As batidas graves da percussão afetam o líquido cerebrospinal.
    O volume (amplificado) das músicas acima de 50 decibéis prejudica a audição e a saúde cerebral”.

    “Cantem-lhe uma nova canção; toquem com habilidade ao aclamá-lo.” (Sl 33:3 – NVI)


    Ivone Boechat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, consultora (não entendi se Ivone é você ou a autora do texto). Não entendi a relação desse artigo com o post do blog, de qualquer forma acho que seria interessante citar a fonte pra o caso de interessar alguém. O texto é legal, mas tb não cita as fontes dos estudos e pesquisas mencionados. Num trabalho de musicalização feito por profissionais há um cuidado em utilizar musicas e sons adequados ao bebê (inclusive dentro do ventre) , tanto o timbre quanto a intensidade.

      Excluir
  18. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  19. muito bom, parabens
    Gostaria de adcionar meu site: www.abcmusicalkids.com.br

    ResponderExcluir
  20. muito bom, parabens
    Gostaria de adcionar meu site: www.abcmusicalkids.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá, meu nome eh Anne, meu filho tem dois anos e um mês, comprei um xilofone para ele, entusiasmadíssima, achando que ele se interessaria pois ele costuma ser muito musical.Mas não deu a mínima para o xilofone, e de todos os brinquedos que tem é o único que nunca quer brincar...Eu toco um pouco de teclado...tenho um pouco de noção de música...achei que fosse conseguir incentivá-lo, alguma dica especial? :) Gostaria de parabenizá-la, teu blog é maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne! Obrigada pelo carinho! Quanto ao xilofone, dê um tempinho pra seu filho. Guarde o xilofone e daqui a uns meses volte a apresentá-lo. Às vezes a criança muda de interesse nesse espaço de tempo. De vez em quando você pode colocar vídeos e músicas que apresentem o xilofone de uma maneira divertida pra ele. Pode fazer um, por exemplo, com água colorida e garrafas ou copos. E vá apresentando, sempre que que puder, outros instrumentos também, pode ser que ele goste mais de um certo timbre. Beijos, boa sorte!

      Excluir
  22. Olá. Parabéns pela iniciativa. Sou aluna de Canto Popular do Conservatório Pernambucano de Música, e fiquei muito feliz quando encontrei este blog. Tenho uma sobrinha de 2 anos e 11 meses, e há um tempo ela vem demonstrando o interesse pela música. Fiz aulas de teclado durante 2 anos e sempre que estou tocando ela fica muito entusiasmada pedindo pra tocar também. E eu como tia fico toda boba né! rs... Porém, há alguns dias atrás fiquei surpresa e muito emocionada. Estava escrevendo uma partitura simples que minha professora havia me pedido como parte de uma atividade. E pra minha surpresa minha sobrinha reconheceu 3 notas. E ela tinha acertado! Nossa fiquei tão feliz! Desde então estou procurando a melhor forma de passar meus conhecimentos pra ela. Tenho certeza que as suas dicas vão me ajudar bastante. Mais uma vez parabéns pela iniciativa, e muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Amanda! Adoro essas histórias, obrigada por partilhar :-) Eu também tive uma experiência parecida. Eu comprava um giz de cera pra escrever em cerâmica, pra meu filho mais velho usar durante o banho (uma forma de atraí-lo pra o banho kkk), e um dia quando vi ele tinha desenhado uma pauta musical cheia de figuras musicais, com direito a Clave de Sol e tudo, sozinho, sem eu nunca ter parado para ensiná-lo, só pela observação também (a foto está em algum lugar aqui do blog, mas não lembro onde kkk). Ele tinha mais ou menos a idade da sua sobrinha. A gente fica boba, né? Mas eles são assim, aprendem tudo e muito rápido. Hoje há muitos métodos de musicalização bons. Gosto dos da Elvira Drummond também. Invista na sua sobrinha, e que você tenham muitos momentos musicais de alegria juntas! Beijos!

      Excluir
  23. Bom dia, estou procurando para comprar o livro LIÇÕES DE PIANO - VOL. 1 - LIVRO/CD - EM PORTUGUÊS -Piano Lessons Vol. 1 - Hal Leonard Student .
    Mas não consigo encontrar. Se você tiver alguma dica pode ser novo ou usado. Eu agradeço. Abraço, Augusto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Augusto! O livro está disponível para venda online nas livrarias Saraiva e Cultura. Boa sorte!
      http://www.saraiva.com.br/licoes-de-piano-livro-v-1-4925455.html

      Excluir
  24. o método de piano pré-iniciante de Bastien. é pra qual faixa etária ?

    ResponderExcluir
  25. Olá Luciana!! Amei seu blog!! Sou pianista (apenas p tocar na igreja... rsrs) e gostaria de introduzir o piano p minha pequena de 4 anos. Vi sua indicação do método:
    DUAS MAOZINHAS NO TECLADO – MARIO MASCARENHAS, online, mas pede senha. Você tem??? Pode me passar?? Se preferir por email meu endereço é k_quenia@hotmail.com
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Quenia, não sei qual a senha, mas vc pode baixar esse livro no link: http://docslide.com.br/documents/mario-mascarenhas-duas-maozinhas-no-tecladopdf.html

      Excluir