21 de agosto de 2011

Cantinho dos livros - uma proposta montessoriana

A idéia surgiu quando eu li este post no blog da Ana Júlia. Os meninos já tinham um cantinho de estudos, mas além da mesa estar bem velhinha e sem graça, ela estava junto com os brinquedos, o que não é muito bacana pois dá margem para dispersar a criança.

(antes)

Então reuni meus parcos talentos artísticos e resolvi fazer uma mudança geral no cantinho de estudos, que virou cantinho dos livros, que antes ficavam numas prateleiras no alto da parede. AGora ganhariam lugar privilegiado. Posto aqui como idéia que pode vir a inspirar alguém.

Eu pintei a antiga mesa com uma base acrílica branca, e em seguida pintei com tinta acrílica azul. A pintura não ficou um primor, mas aí eu me justifico dizendo que é efeito pátina, kkkkkkk

No tampo da mesa colei um papel contact colorido (estampa de peixinhos, para combinar coma decoração do quarto), que se vende em rolos de 2 metros nas papelarias. O plástico aguenta melhor que a madeira o rojão de tintas, lápis e outros materiais que as crianças usam. Além disso é bem prático para limpar. Nas bordas eu dei o acabamento com fita adesiva azul. Fiz o mesmo processo com os banquinhos.

(depois)

A estante escolhida para os livros foi do tipo colméia, numa altura que as crianças tenham livre acesso para escolher e manipular os livros. Tenho que ser franca: não é fácil ter que arrumar a estante várias vezes ao dia, toda vez que as crianças passam por ela. Mas é um aprendizado extremamente necessário na idade delas que as coisas têm seu lugar e precisam ficar organizadas. Não arrume sozinha; torne o rearrumar a estante parte do processo de leitura. Terminou? Agora vamos arrumar. Faço isso inclusive com meu filhote de um aninho, e ele ajuda mesmo, guarda tudinho até o final.

Aproveite para enriquecer a experiência, escolhendo livros de diferentes texturas, formas, tamanhos e propostas. Há livros magnéticos, livros fantoche, livros pop-up, livros quebra-cabeça, livros com sons, e muito mais, dê uma olhada na sessão infantil das grandes livrarias. Crie livros; não só os propostos por Doman, mas outros, com bonequinhos, album de fotos, materiais diversos... Se possível faça-os com seus filhos ajudando no processo. Se não tiver prateleira, arrume em caixas por tipo.

Dividi minhas seis prateleiras assim (mas vivo rearranjando):

- Livros de pano
- Livros emborrachados (de banho)
- Livros cartonados (folhas grossas)
- Livros de papel fino, tipo gibis (coloquei numa caixa preta de camisa com a tampa vazada em cima, por onde eles pegam os livros. Ainda tenho que enfeitar a caixa)
- Livros sonoros e livros de atividades escolares (homeschool)
- Livros bíblicos

E em cima da prateleira coloquei potes com lápis, tintas, pincéis, borrachas, apontador, massa de modelar, giz de cera, enfim, todo o material que uso nas tarefas escolares bem à mão para mim e meu filho mais velho, e longe do alcance do mais novo por questões de segurança (ele ainda é muito novinho pra manipular alguns desses materiais, então eu escolho o que dar).

Mantive na prateleira alta os livros mais frágeis, aqueles que eu prefiro abrir junto com eles para monitorar sua curiosidade e "treino de coordenação motora" (traduzindo, aqueles que são uma tentação pra rasgar e fazer em pedacinhos, como os livros pop-up, por exemplo). Também amntive lá aqueles com peças pequenas, que meu filho de um ano ainda não pode manipular livremente.
Posso dizer que meus filhos já são leitores cativos. Amam livros. Ainda não sabem ler,mas já escolhem seus próprios livros e criam suas histórias. Além de desenvolver a linguagem e o hábito de leitura, o simples folhear as páginas já é um exercício motor. O mais novo, de 1 ano e 4 meses, passa mais tempo nesse cantinho que com qualquer outro brinquedo. Já tem seus livros preferidos e é capaz de contar suas histórias com o pouco vocabulário que possui: "Mamãe, óia: bibi (carro), patati (palhaço), nenê, bola, papai, água..." Olha ele compenetrado:


Este amor ao aprendizado é o motivo e objetivo final de toda estímulo à inteligência.

Outras idéias legais para o cantinho de leitura retiradas da net:

(caixa de livros)

(varal com elástico preso aos livros)

(porta-livros de tecido com almofadas)

(varal)


5 comentários:

  1. Parabéns! Muito boa essa idéia! Eu tb tenho q voltar a estimular a minha filha, dei um tempo nas férias e depois relaxei. Sei q ela gosta, mas acabei desanimando.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu! Adorei a transformação do cantinho de leitura. Nossa, ficou ótima a pintura da mesa, deve ter dado um trabalhão! Mas valeu a pena, ficou muito lindinho!

    Beijos, beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  3. Nossa Lu, eu amo o seu blog... entro várias vezes por dia e também o uso como inspiração para a educação e estimulação com minha filha...
    Montei uma facepage para poder compartilhar minhas experiências, e também coloquei o seu blog lá... Espero que não tenha problemas... afinal, o que é bom tem que ser indicado e mostrado.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Greicy! Muito obrigada pelos comentários, vocÊs também me inspiram e motivam a continuar compartilhando ideias. Acabei de curtir sua página, continue seu lindo trabalho! Beijos!
      Luciana

      Excluir
  4. Ahhh... o nome da facepage é Crescer Bem de Greicy Kapisch... hahahaha
    Beijinhos

    ResponderExcluir