6 de junho de 2011

Alfabeto móvel e silabário

Porque nem só de Doman vive o homem (e a criança), e sou muito adepta do referencial Montessoriano, inventei o silabário e alfabeto móvel abaixo.
A inspiração veio daqui, mas eu nunca tinha visto um igual a este. É até possível que haja, mas a idéia me ocorreu simplesmente por este ser um dos jogos de encaixe preferidos do meu filho. Ele AMOU a novidade. Na confecção tive os seguintes cuidados:

- Usei tinta dimensinal para escrever as letras nas peças, de cor contrastante.
- Além das sílabas é preciso pelo menos dois conjuntos de alfabetos. Se puder duplicar as sílabas, melhor ainda (trabalhar palavras com sílabas iguais, como ARARA, sempre ajuda a compreensão fonética)
- Com este jogo é possível usar acentos gráficos. Dividi por cores e fiz acentos agudos, circunflexos, tils, e cedilhas.
- É preciso atenção para escrever as sílabas conforme a direção do encaixe. Todas as peças devem seguir o mesmo padrão, e permitir o encaixe tanto na frente como atrás das letras e outras sílabas. Por isso o ideal é fazer um conjunto de letras do alfabeto virado para um lado da peça (o lado "macho"), e outro conjunto virado para o outro lado (o lado "fêmea").
- Também usei dígrafos, mas só os que não se separam: LH, NH, CH, QU, GU. Os outros, RR, SS, SC, etc, deixei a cargo do alfabeto móvel, para a criança se acostumar a visualizá-los separados. Os dígrafos e os "ÃO", coloquei nas peças curvas, para ficar compreensível que não são sílabas, mas "pedacinhos" fonéticos diferentes.