10 de outubro de 2012

Um projeto para sonhar

Bem, o post de hoje é para dividir um sonho meu com vocês e pedir sua opinião. Quem me conhece há mais tempo (ou pelo menos leu minha descrição aqui ao lado) sabe que há tempos eu desejo ter um espaço educacional para chamar de meu. Não dá para falar de "escola", porque isso é algo bem complexo: cnpj próprio, sede própria, várias salas, muito investimento em estrutura física, ajustes fiscais e legais, ufa! Dá pra mim agora não.

Então vou chamar este espaço de "meu cantinho" mesmo. Que nasceu principalmente de uma necessidade materna, porque essa coisa de estimular os filhos toma MUITO espaço. Principalmente se você gosta de criar com recicláveis (carinhosamente chamados de lixão da Luciana por meu amado marido) e se gosta de guardar suas criações, estocando também todo tipo de coisa que possa servir para seus projetos futuros. Daí quando eu comecei a ensinar, este ano,  a coisa piorou MUITÍSSIMO. Porque agora, o material que eu fazia só para dois, começou a ser feito para quinze, dezoito por turma, e são 5 turmas diferentes, para cada qual, toda semana, eu invento uma moda. O resultado disso? Vou deixar as imagens falarem por si:

Entulho no meu quarto

 Entulho na minha mesa de trabalho

 Metade de nossa sala de estar virou espaço das crianças... quem chega pra nos visitar acha que tá entrando numa creche.

 Poltronas vivem entulhadas também, porque isso é oq ue levo normalmente para a escola num dia de aula.

 Se chega visita, já viu, né? kkkkkkkkkk

 Entulho no quarto das crianças

 Entulho no nosso escritório

 Lotação esgotada!

 Um guarda-roupa velho faz as vezes de arquivo... entulhado!

 Cabe mais nem um cabelinho de sapo

 Tirei lençóis daqui para colocar... meu entulho!

 Sacolas de todas as formas, cores e tamanhos entulhando

 O terraço também tá lotado
 E nomeu guarda-roupa, adivinha?

Mais entulho!

Não sou arquiteta nem nada, mas gosto de brincar com programinhas que criam plantas (aqui usei o sweet home 3D, bem simplesinho), por isso botei no papel o projeto do "meu cantinho". Trata-se de um espaço de 4,5 metros de largura por 8,5 metros de comprimento bem no fundo do meu quintal, onde eu  - com a graça de Deus nosso Senhor - vou arrumar toda essa bagunça e ainda ter um espaço específico para educar meus filhos e - TANAM! - começar minhas primeiras turminhas de musicalização aqui mesmo, na minha casa. A experiência de ensinar em escolas particulares este ano foi muito enriquecedora, mas quero e preciso ter um espaço que eu possa arrumar do meu jeito, coordenar do meu jeito, de acordo tão e tão somente com minhas convicções pedagógicas. Embora o foco seja a música infantil, os assuntos serão bem variados, passando por teoria musical e instrumento, mas também inglês, psicomotricidade, informática, artes plásticas, cênicas, culinária, raciocínio lógico-matemático, linguagem, Bíblia, experimentação cientifica, e tudo o mais que as crianças sugerirem, sendo trabalhado com música.

Procurei planejar o espaço tomando emprestado elementos montessorianos, adequando a sala para usá-la com até 8 crianças, que julgo ser um número ideal para trabalhar do jeitinho que gosto, observando e aproveitando ao máximo o potencial de cada criança. Não fsço ideia se vai dar certo comercialmente, sempre lembro de um amigo dizendo: "Mas você vai fazer uma sala de fundo de quintal?" Soa mal,né?? kkkkk Mas é o que tenho, meu amigo. Tenho certeza que meu trabalho compensará esse fato pitoresco.

Gostaria da opinião de vocês!

As mesas eu já tenho, comprei uma e ganhei outra. São confortáveis e duráveis, além de fáceis de limpar. Por serem bem leves, podem ser facilmente retiradas se eu precisar de mais espaço. Nas paredes, pretendo colocar figuras, pôsteres, cartazes e expôr os trabalhos das crianças.

 Nesta mesa (que na verdade é uma mesa de alumínio dobrável, mas nessas dimensões), pretendo colocar o material que irá ser utilizado na aula. As bandejas são recursos montessorianos para selecionar o material que a criança irá manipular. O jardinzinho tem um abertura em cima para proporcionar iluminação natural e ventilação, além de tornar o ambiente mais agradável. Dá até pra cultivar uma hortinha horizontal lá :)

Este balcão vai ser feito de concreto, como nas cozinhas americanas. Serve de divisória de ambiente, serve para guardar materiais e, quero também, comportar uma TV aí dentro, para ser usada eventualmente como recurso didático. O tapete é para termos um momento diário em círculo (procurei um tapete redondo mas não tinha no programa hahahah), introduzindo os temas, conversando, brincando. Estou irremediavlemten apaixonada pela "aula de linha" que foi pensada para acontecer num espaço assim.

 Uma parede inteira vai ser revestida de prateleiras, de alto a baixo, só deixando espaço para as janelas. Decidi fazê-las de concreto, pois são mais resistentes e baratas. É só fazer um bom revestimento e fica ótimo. Tudo será dividio por temas, e nas prateleiras mais baixas as crianças terão fácil acesso a brinquedos, jogos, etc.

 Atrás do balcão está o "cantigo do sossego". Como a faixa etária com que trabalho é 0 - 6 anos, é normal que, às vezes, a criança queira tirar um cochilo, ficar quietinha descansando, ou lendo: ela estará cercada de prateleiras cheias de livros ao seu alcance. Um futon confortável com almofadas convidativas fazem desse momento um prazer ainda maior. Aí vai ter uma iluminação especial e um cantinho com fones de ouvido para que a criança mesma escolha uma música para ouvir (penso em usar pen drives, cada um com músicas tocadas por um instrumento diferente, sinalizado numa caixinha com divisórias e uma caixa de som facilmente operável por elas mesmas). Vai ter que caber também um cantinho da fantasia, com um espelho grande e um baú cheio de acessórios, roupas e tecidos (que eu tb já tenho). Adianto que se vier dormir visita aqui em casa vai acabar indo parar aí também, portanto, preparem-se psicologicamente kkkkkkkk

 Ao lado, um pequeno banheiro, tipo lavabo. É provável que o cantinho da fantasia fique nessa paredezinha ao lado direito da porta, e o espelho fique na própria porta.

Agora uma visão geral da sala:

 

O que eu não vou publicar aqui é o orçamento do pedreiro que vou receber por esses dias... mas vamos ter esperança, né? kkkkkkkk
 

8 comentários:

  1. Oi Luciana,

    Parabéns pela ideia e pela iniciativa. No começo do post, lendo e vendo a quantidade de coisas na sua casa, a primeira coisa que pensei foi: precisamos escrever para o programa Santa Ajuda do GNT, rs (se vc não conhece, é um desses em que um profissional vai até sua casa colocar as coisas em ordem, deixando tudo lindo e organizado.
    Mas depois vi que vc foi muito além, com a criação de um espaço para chamar de seu, que achei super funcional e que, com certeza, atende suas necessidades.
    A minha única sugestão seria fazer o banheiro um pouco maior, inclusive com espaço para trocador, levando em consideração a idade das crianças que você trabalha.
    Desejo muito sucesso para o projeto.
    Um abraço,
    Amanda
    www.bigmothernsbrasilia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, querida, muito obrigada pela opinião. Realmente não tinha pensado nisso, é mesmo super necessário um trocador. Sobre o "santa ajuda", conheço e estava quase mandando essas fotos aí pra me increver kkkkkkkkkk Quero aproveitar a reforma pra mandar metade dos entulhos pra outro destino também :)

      Excluir
  2. Luciana, amei o post, até pq arquitetura é minha área (também). Vc até que se saiu bem! A observação que tenho é a mesma da Amanda com relação ao banheiro; é pouco provável que ele atenda às necessidades do público que o utilizará. Verifique aí no seu Estado se há normas específicas para sanitários/fraldário de instituições de ensino (mesmo que seja só uma sala), para futuramente vc não ter que fazer adaptações.
    Como vc gosta de reciclagem, uma opção é utilizar materiais alternativos na construção do espaço, o que poderá até diminuir os custos.
    Agora uma coisa é certa, independente do espaço, vc, com toda essa determinação, terá sucesso em qualquer lugar!

    Abraço,
    Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Emília!
      Confesso que eu quis tirar espaço do banheiro pra ganhar na sala, mas você tem razão! Vou pesquisar umas plantas e projetos específicos. Beijos!

      Excluir
  3. Boa noite, acabei de comprar o gilofone, e fiquei pensando no que poderia desafinar e como eu poderia afiná-lo.
    Obrigada pelos estímulos.
    Simone.

    ResponderExcluir
  4. muito legal o seu projeto, espero que consiga colocar em prática...
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu! Que saudade de você, feliz que estás envolvida em seus projetos, sei bem esta sensação das visitas que chegam aqui em casa e pensam que estão numa creche kkkk com tanto material e tudo adaptado para nossa filha,mas é uma felicidade ter a casa assim! Este final de ano fizemos uma faxina e bah! faria outra se possível, jogamos muita coisa fora, nossa casa é pequena e briga uma marcenaria, um ateliê de brinquedos, uma família e o espaço para que nossa filha se desenvolva bem, doar os brinquedos que não usa mais e ter estantes e armários que abrigam tudo que é possível sem que seja entulho! também estou com umas sacolas, mas o que posso doar tô fazendo! Parabéns, beijos nas crianças!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nic, saudades de vocês também, lindona! Também estou em clima de faxina, semana passada arrumei cinco sacolas grandes, cheias de brinquedos para doar. Fiz limpa de roupas, livros, papéis diversos, ufa, mas valeu a pena! A casa tá bem menos entulhada e a cada dia procuro focar no estritamente necessário e me livrar daquilo que está parado por tempo demais. Não consegui ainda realizar o projeto porque temos que resolver problemas relativos À casa primeiro, mas tenho esperança de começar minha turminha ainda este ano :-) Beijos pra vc e pra toda a família linda!

      Excluir