8 de novembro de 2012

Ensinando números (em japonês) - o exame do judô

Judô é uma dessas coisas que eu nunca pensei na vida em estudar. Porque nunca fui lá uma grande desportista (na verdade eu era aquela que fugia das aulas de educação física). Mas sabendo da importância do esporte para od esenvolvimento da criança, e tendo o pai dos meus filhos já sido um judoca, resolvemos colocar Vinícius no judô. Ele começou com quatro anos, e seu professor é um amor de pessoa. Sabe ensinar a disciplina típica do esporte sendo, ao mesmo tempo, muito querido de todos.

Esta semana teve exame para mudança de faixa (branca para cinza), e eu descobri que também há uma parte teórica que é examinada. Sobrou pra quem ensinar? Claro! E lá vamos nós atrás de atividades para fixar esses conceitos.

Primeiro fiz uma apresentação de power point, e utilizei a técnica dos bits de Glenn Doman para dar uma visão de tudo. Ficou até bontinha,segue abaixo.

Judo from luxlunae


Então usei a proposta montessoriana para fixar os números. Essa atividade pode ser feita com numerais arábicos também (os nossos numerais normais), para trabalhar o reconhecimento dos números e a associação com seus nomes (um - 1, dois - 2, três- 3, etc). Aqui, além do símbolo do número, usei a transliteração, que é, a grosso modo, a forma como se pronuncia uma palavra escrita em outro alfabeto, usando o nosso. Procurei adaptar para os fonemas que nos são familiares, por exemplo, o fonema do t, aqui no nordeste, nem sempre é falado como o "tch" carioca. Mas acho que dá pra todo mundo entender.

Fiz um joguinho de asociação com cartas (.pdf) que você pode BAIXAR AQUI




Ainda aproveitando as cartas do joguinho, encontramos uma maneira divertida de fixar os números (que foi, na verdade, aquela com a qual ele gravou mais rapidamente). Um tipo de amarelinha, em que ele pulava ao lado da carta e dizia o nome escrito ali. Ele pulou na ordem crescente e decrescente.


Por fim, aproveite para falar um pouco sobre a escrita japonesa (katakana), e aproveitando que nesse dia ele me apareceu aqui com uma pena enorme, brincamos de escrever os números com tinta guache preta. Ele adorou! Por causa disso, depois também brincamos de ver como são nossos NOMES em japonês (CLIQUE AQUI)


Mas e o exame? Filhote arrasou e conseguiu a faixa cinza com nota 10! ÊÊÊÊÊÊ!!!!!





3 comentários:

  1. Parabéns ao filhote. Excelente escolha. Judô é muito bom mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Oi, Mateus! Não somos japoneses. Estudamos os números só para o exame de judô, conforme o material que nos foi passado. Muito obrigada pela sua iniciativa e seu link, vou olhar direitinho e divulgar :-)

      Excluir