11 de dezembro de 2012

Matemática das comidinhas - para meninos e meninas

Já falei AQUI da dificuldade para encontrar brinquedos relacionados à cozinha que não sejam inteiramente projetados para meninas. Tudo bem! Sempre que posso levo os meninos para a minha cozinha, de verdade, e lá fazemos nossas atividades sensoriais, de linguagem, matemática, enquanto brincamos de cozinhar, utilizando elementos da vida prática para aprender.

Mas outro dia topei com esse conjunto de comidinhas de brinquedo e gostei muito! Comprei, arrumei tudo numa mini bolsa de feira que ganhei de uma comadre, e assim temos mais uma forma de brincar de aprender.

No mercado
A primeira brincadeira foi sobre números e valores monetários. Isso foi bem na época em que Vinícius estava demonstrando interesse pelo assunto, lendo e perguntando o significado dos preços que via nas coisas do mercado. Disponibilizei cédulas e moedas de mentira (esses eu comprei numa cartela, em uma loja de festas infantis, mas você pode pegar na internet), e mais uns círculos dourados para servirem de dinheiro. Depois agrupei as comidas e coloquei preço. Então foi só brincar :-)

Eita, felicidade! Só por que está cheio da grana? hahahha

Eu revezei com meu filho no papel de caixa de supermercado. Tínhamos, na época, um brinquedo como este aí embaixo (foi embora na última seleção de brinquedos para doação), mas você pode improvisar com uma calculadora simples. O legal da brincadeira é o faz-de-conta mesmo. E a matemática é trabalhada naturalmente nas adições e subtrações dos alimentos e das cédulas/moedas.

Salada de Frutas
Essa foi para trabalhar sequências. Imprimi algumas figuras de maçãs, bananas, laranjas e morangos. Um dos meninos deveria "escrever a receita" da salada de fruta, e o outro colocar as frutinhas na sequência correta, dentro do depósito. Depois eles revezaram. E depois a mamãe comeu tudo enfiando a cabeça no depósito, a parte que eles mais gostaram, sem dúvida.


Na fazenda
Outra forma de trabalhar com essas comidinhas, é classificando-as e agrupando-as, o que são jogos matemáticos também. Você pode classificar por tamanho, textura (lisa, rugosa), cor, tipo (fruta, verdura, carne, animal, vegetal), gosto (doce, azedo, amargo, salgado). Com meu filho mais novo, brincamos de fazendinha. Ele teria que plantar os alimentos no vasinho certo, e para isso deveria combinar a cor do alimento com a cor do vaso.

Aproveitei para trabalhar também com os nomes das cores, e agrupamos mais uma vez, sem a ajuda da cor dos vasinhos. Você pode fazer os cartões em dobro, e depois pedir para a criança colocar as palavrinhas em cima dos cartões modelo (a palavra amarelo em cima do amarelo, vermelho em cima do vermelho, etc)

 
Ele gostou tanto da brincadeira que ainda ficou mais meia hora construindo a própria fazenda, o que fez com travesseiros, sapatos do pai, botas, um laptop (!), duas meias que usou como luvas, e um paninho. E criou várias histórias de faz-de-conta, com um lobo que queria comer suas frutas, hahahah


Nenhum comentário:

Postar um comentário