11 de maio de 2012

Livro para colorir - Uma mentira puxa a outra

O site da Tia Helenita está disponibilizando gratuitamente para download o livro para colorir da história "Uma mentira puxa outra", originalmente vendida em feltro no mesmo site. Depois que a criança colorir a mãe pode recortar, colar as figuras em cartolina, encapar com adesivo transparente, e fazer um livrinho que poderá ser visto várias vezes.

BAIXE O LIVRINHO AQUI

Aproveite para conhecer o material lindo da Tia Helenita, que trabalha com histórias para serem contadas em flanelógrafos, ou dedoches, luvinhas, há um vastidão de material pedagógico de qualidade. Esse tipo de material auzilia muito o aprendizado da criança, porque tudo que a criança manipula, cria, transforma, fixa melhor a mensagem a que ela está exposta. Eu compro sempre lá, para meus filhos e alunos; os atendentes são super profissionais e simpáticos.

Aproveite para conversar com seu filho sobre a mentira. Na fase que vai até os 6, 7 anos, é comum a criança ter uma imaginação muito fértil, e a fantasia algumas vezes dá lugar a mentiras. Explique a diferença entre imaginar e mentir, faça-a perceber porque a mentira é má. E principalmente, se policie para que seu exemplo seja a maior prova de que falar a verdade é o melhor caminho SEMPRE.

Por fim, dê espaço também para a fantasia da criança. Não a corrija sempre que ela quiser "enfeitar" a realidade à sua maneira. Deixe-a brincar de reinventar o mundo, esse é um ótimo exercício para a criatividade de que ela vai precisar, por exemplo, para ser uma boa profissional futuramente. Dê asas quando ela quiser voar, e estimule suas histórias absurdas quando isso não fizer mal a ninguém. Lembre sempre daquele conto de Drummond...

"Paulo tinha fama de mentiroso. Um dia chegou em casa dizendo que vira no campo dois dragões da independência cuspindo fogo e lendo fotonovelas. A mãe botou-o de castigo, mas na semana seguinte ele veio contando que caíra no pátio da escola um pedaço de lua, todo cheio de buraquinhos, feito queijo, e ele provou e tinha gosto de queijo. Desta vez, Paulo não só ficou sem sobremesa como foi proibido de jogar futebol durante quinze dias. Quando o menino voltou falando que todas as borboletas da Terra passaram pala chácara de Siá Elpídia e queriam formar um tapete voador para transportá-lo ao sétimo céu, a mãe decidiu levá-lo ao médico. Após o exame, o Dr. Epaminondas abanou a cabeça: -Não há nada a fazer, Dona Coló. Este menino é mesmo um caso de poesia". (Carlos Drummond de Andrade).

 (Eu e meus dois casos de poesia)

8 de maio de 2012

KinderBach - Programa para ensino doméstico de piano a crianças de 3 a 7 anos

Olá, meus queridos leitores. Não, não abandonei o blog, mas como deu para perceber, minhas atividades como professora bagunçaram totalmente meus horários e rotina, e fiquei afogada em milhões de atividades e responsabilidades, sem tempo sequer para dar conta delas. Como precisamos nos reavaliar sempre, percebi que esse novo estilo de vida estava sendo prejudicial para mim e para minha família - os programas de estimulação dos meninos ficaram todos parados ou capengas nesse período. Então resolvi cortar algumas aulas e mudar horários para que eu tenha mais tempo de reorganizar a vida. Nessa reorganização está incluído um tempinho para voltar a postar aqui, pois agora mais que nunca tenho muito a partilhar. SUPER agradeço todas as mensagens que tenho recebido de vocês, e prometo responder todas, tão logo me seja possível. As próximas duas semanas serão de "arrumação da vida bagunçada", mas creio que logo conseguirei por tudo em  ordem e voltar a escrever periodicamente.


 Um dos projetos em que estou trabalhando atualmente, são as aulas de piano de Vinícius (na verdade vão ser no teclado pois não tenho piano, mas vou ensinar a técnica do piano). Tenho vários métodos aqui que estou organizando, traduzindo, digitalizando, e estou juntando também partituras e tudo que possa ajudar a fazer aulas deliciosas para meu pequeno. Tenho adiado o início dessas aulas desde o ano passado por causa do meu perfeccionismo, mas agora acho que elas vão sair nos próximos quinze dias, e vai ser mais um tópico para partilhar com vocês.

Hoje gostaria de dar a dica do site KinderBach. O diferencial deste método, é que além de ser destinado a professores de piano para crianças pequenas (3 a 7 anos), também se destina a pais que fazem homeschooling, ou seja, ensinam seus filhos em casa. O programa cobre a parte musical mas também trabalha tópicos de escrita, leitura e matemática. As aulas e todo o material é adquirido online, em pdf e em vídeos disponibilizados no site, o que facilita bastante a vida de quem mora em outros países e não quer pagar frete. Também há varios materiais que eles colocam para download grátis, por exemplo, algumas aulas do nível 1 (basta preencher um pequeno formulário e você terá acesso a parte das aulas, que são muito divertidas),atividades relacionadas às lições, partituras, etc.

Há um plano para professores, e alguns planos flexíveis para pais, inclusive a opção "day pass" por $6, ou seja, você paga para ter direito a usar todo o site e ver as lições que quiser por um dia. O plano mensal de aulas online é $20, já o pacote com DVDS e CDs é $40, o que eu acho um bom preço considerando o custo/benefício, se você comparar com a mensalidade em cursos de piano tradicionais, que nem sempre usam material específico de qualidade para crianças nessa idade. É verdade que eu já tenho algumas críticas a este método também, mas nada muito comprometedor. Os materiais complementares também são uma delicinha, como os songbooks com partituras BASTANTE facilitadas (há professores de piano que odeiam  isso, mas eu adoro hahahah), com os temas "Hinos", "Natal", "Canções patrióticas" e "Canções do dia a dia".

Para as mães que pensam: "Mas meu Deus, eu não sei NADA de música, nunca toquei nem pianinho de brinquedo, como vou ensinar meu filho??!", posso GARANTIR que é uma ótima oportunidade de aprender junto com o seu filho. Se uma criança de 3 anos de idade consegue, você consegue também, com certeza. Tudo em música é muito intuitivo, e com o direcionamento dado pelo método, não tem como errar. Além de ser uma atividade muito divertida: estou para conhecer uma criança que não goste de aulas de música. A única limitação deste método é que ele é todo em inglês, mas mesmo assim, quem "arranha um pouquinho do inglês" pode facilmente desenrolar, porque o mais importante são as figuras, auto-explicativas.Na verdade vou aproveitar e utilizar esta metodologia par aincrementar o vocabulário de inglês dele.

Para quem se animar, me disponho a ajudar com dicas (por exemplo, pra quem quiser substituir a escala germânica C D E F G A B, pelo nosso conhecido dó, ré, mi, fá, so, lá, si). Beijos!!