1 de novembro de 2013

Saudades e dica de livros internacionais

Ontem li uma mensagem da Danny, perguntando sobre mim e meu sumiço nos grupos do Facebook também. De fato, há alguns dias desativei minha conta e o blog aqui está sem atualizações há bastante tempo também. Gostaria, antes de mais nada, de dizer que minha relação com os leitores do blog e amigos do Facebook acabou ficando afetiva de verdade. De modo que tenho sentido muitas saudades, tanto de postar e receber os feedbacks sempre animadores de vocês, quanto de interagir e partilhar com o pessoal do Facebook, que também me inspira sempre, tanto.

Mas estou mergulhada em meio a projetos importantes que têm demandado muito do meu tempo e energia. Como já mencionei AQUI, tenho minhas dificuldades para focar em projetos grandes assim, e o Facebook não ajuda muito: acabo sempre gastando mais tempo nele do que deveria para manter o equilíbrio na minha lista de afazeres. Em muitos aspectos minha mente ainda precisa dos mesmos cuidados que uma criança quando vai fazer sua tarefa escolar: me afastar de todo tipo de ruído ou fonte de distração. Sim, realmente tentei agir como uma adulta capaz de lidar com isso de forma madura, mas não deu. E nesse momento da minha vida, em que várias oportunidades estão surgindo, sinto que preciso mesmo priorizar esses projetos (alguns já bem antigos) para que eles saiam do mundo das ideias e se concretizem. Sei que meus amigos de fato, aqueles que se importam comigo, saberão compreender esse momento e me dar o apoio que preciso para acreditar que esses projetos vão dar certo. Gostaria de falar mais sobre eles agora, mas é meio complexo pra explicar apenas com palavras. Melhor fazer uma surpresa e mostrar tudo de uma vez quando estiver pronto, ou ao menos, mais encaminhado. Mas desde já posso garantir que será algo ótimo para os leitores deste blog e os amigos do Facebook: pais, mães e professores comprometidos em levar uma educação de qualidade para as crianças. Na verdade todos os meus projetos são nesse sentido, e visam a democratizar de uma forma mais profunda e prática os conhecimentos que tenho adquirido ao longo da minha jornada como mãe e educadora.

Para aproveitar o post, gostaria de finalizar com uma dica bem legal para quem tem conta no Facebook. Trata-se do grupo International Children's/Youth Book Exchange by Roberta . Roberta é uma americana que tem um filho de 6 anos e resolveu se unir a outras mães no mundo todo para trocar livros infantis e juvenis. Os livros devem ser novos, mas não há um limite de preço, apenas sugestões de temas dados pelas próprias mães, a respeito dos gostos literários dos filhos (é necessário comunicar-se em inglês, nem que seja via google tradutor hehehe). Mensalmente ela promove as trocas organizando tudo. Basta se cadastrar e adicioná-la como amiga e ela, inbox, lhe dirá para qual endereço mandar seu livro, e lhe manterá informada dos livros que vai receber. Como tenho esse meu jeitinho over de ser, propus logo a troca de quatro livros, dos quais três já chegaram.

 Fiquei muito animada! Mais que a experiência com o idioma, é uma experiência cultural, uma chance das crianças verem o mundo por outros olhos.

 Da Alemanha eu recebi esses: um falando sobre aspectos geológicos do planeta Terra, outro sobre animais (os dois com óculos pra ver em 3D), e um livrinho de atividades. Me senti uma criança não-alfabetizada, só consegui entender as imagens, mesmo assim achei ótimo! Detalhe do cartão postal carinhosamente assinado pela família. Penso em tentar traduzir algumas palavras, como os nomes dos animais, para passar pra eles - e para mim - um tiquinho do alemão.

 Este outro veio de Portugal, foi o que chegou mais rápido. A história é um conto popular típico do país e as ilustrações são muito bonitas.

Este veio dos EUA, recheadinho com vários mimos como cartão postal, mapas e folders  de pontos turísticos do estado da remetente, adesivos... um carinho enorme. Amei!

Só está faltando agora um que vem da Coréia do Sul :-)

O custo do envio dos livros foi de mais ou menos R$ 20 por livro - coisa que eu não sabia antes de propôr a troca de 4 livros de uma vez - mas você pode fazer apenas uma troca para começar, e não é obrigada a participar todo mês,só quando quiser. Recomendo bastante!